O infinito entre uma música e outra

junho 17, 2018




   Já pararam para analisar a volta de vocês? Os detalhes, o tempo, as coisas que gostamos e não gostamos... Será que realmente nos conhecemos? Ou só convivemos com a gente porque simplesmente não dá para se afastar de si próprio? Esses dias eu fui analisar isso tudo e tirei a seguinte conclusão:
          
  Quatro paredes, uma janela, uma porta, um armário, uma cama, um abajur... Eu observava tudo enquanto ouvia alguma música no meu celular. 

    Entre músicas e pensamentos me vi muito distante, lembrava e imaginava tantas coisas que no intervalo entre uma música e outra, eu podia ouvir o silêncio do quarto e o choque da realidade, uma realidade na qual somos tão pequenos e nos achamos tão grandes, estamos entre estrelas e planetas nos achando únicos... De que vale a pena tudo isso, daqui milhões de anos o sol vai explodir e todos nós vamos morrer, vai surgir outra Terra e nem vão saber que existimos, assim como não sabemos o que tinha antes. Esse é o infinito, não é algo que não tem fim, mas sim algo que desconhecemos onde ele começa e onde termina.
  
    É tudo tão falso, falso desde o cabelo do garoto que passa todos os dias pela praça, falso como o sorriso daquela menina que ri de tudo e faz sempre todos sorrirem, falso como a amizade deles e a inimizade de outros. Vidas falsas, coisas falsas.
            
     Todo dia alguém nasce e outro morre, todo dia amigos se tornam desconhecidos mais rápido do que desconhecidos se tornam amigos, todo dia alguém aprende algo novo, não conhecemos ele inteiro porque estamos ocupados perdendo a vida tentando ganhá-la... Nascer, crescer, estudar, trabalhar, casar, ter filhos, morrer... Deixar um legado? Não!
  
     Sobrevivemos uma vida normal onde não acontece nada significativo para o mundo, não tentamos mudar ou melhorar, continuamos numa estúpida zona de conforto, porque parece que é melhor sobreviver confortável do que viver arriscando. Não queremos nos machucar, temos medo de sentir medo, mas sentimentos negativos são tão humanos quanto positivos, a dor é tão humana quanto o amor, o medo é importante como a coragem, suas lágrimas são tão belas quanto seu sorriso...
             
     Só não deixe que o negativo se torne maior que o positivo, coloque tudo numa balança, equilibre-se dentro de si mesmo... Apenas faça as coisas enquanto há tempo, a vida é tão curta e saber que ela acaba faz dela muito especial, vivemos como se fôssemos eternos, como se não vamos um dia acordar e ver que o cabelo castanho escuro agora está branco, que a pele macia agora é coberta por rugas, que os dentes brancos e retos viraram uma dentadura...
             
      Não sabemos pra onde vamos e o que vai acontecer, não existem certezas, existem acasos e coincidências, encontros e desencontros, amores e ilusões, tudo isso dentro de um único infinito, tudo isso entre uma música e outra.

          
            
            Quero me conhecer, saber quem eu sou e qual é meu lugar no mundo. E ainda por cima espalhar todo meu amor por aí!
           
            “Mas... Por quê Ops Querida?” A resposta pra isso é simples. Não tem ligação nenhuma, “Ops Querida” é algo que eu falo frequentemente pra mim mesmo a todo momento, seja quando faço algo certo ou errado, é tipo... Um bordão ou algo parecido. É uma parte de quem eu sou!

            E vocês sabem quem são? Quero conhecer vocês? 

You Might Also Like

14 comentários

  1. Querida, que texto maraaa! Amei sua reflexão.
    Realmente nossas vidas são muitos vazias e falsa, e não nos damos conta que estamos aqui só de passagem.
    www.fernandasantos.blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por ter gostado linda!!! Fico muito feliz, um beijo enorme
      Já indo conferir seu blog também

      Excluir
  2. Amei seu blog! você escreve muito bem. Sucesso amore, um beijo!

    ps: vi seu blog do blog Depois Dos Quinze

    http://www.sabiave.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada,amorzinho, todo sucesso pra você em dobro, beijão!! Já vou conferir o seu também

      P.S.: Amo o depois dos quinze, com certeza uma inspiração

      Excluir
  3. Amei a reflexão! As vezes as coisas são simples e singelas, mas não as enxergamos por que coisas falsas nos impedem. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    www.paisagemdejanela.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada lindona, fiquei muito feliz que gostou! Um ótimo dia pra você também, beijossss

      Correndo indo conferir seu blog

      Excluir
  4. Mergulho sem sentimentos profundos ao ouvir uma música, é uma mistura. Incrível o poder que ela tem sobre nós, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiiim, eu amo ouvir música por isso, é tão inspirador e ainda traz um monte de lembranças. Saio de casa sem sapato, mas não sem fone sjsjsn
      Beijosssss

      Excluir
  5. Que excelente texto!!! Adorei mesmo!!!

    Beijinhos
    Cloud World

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amorzinho, fico muito feliz
      Beijão linda

      Excluir
  6. texto muito lindo, realmente muitas musicas nos trazem td um universo de lembranças, ou nos levam para outros lugares...

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  7. Muito Obrigada, lindona!!! A música é realmente algo incrível, né?
    Já vou conferir seu blog, beijossss!

    ResponderExcluir
  8. Eu sou alguém que tenta ir além do viver por viver, nascer, crescer, trabalhar e morrer, e é isso que penso quando estou ouvindo uma música, na minha pequenez e no tamanho do universo, no sentido da vida. Adorei seu texto.

    http://larydilua.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arrasou, a vida é mais do que acordar e viver uma rotina, obrigada por ter gostado :)

      Beijão
      Vou conferir seu blog já

      Excluir

Postagem em destaque

Perfis do Instagram pra se inspirar nesse Halloween

Quer mandar algo?